Confira três materiais e procedimentos perfeitos para embelezar a madeira

Quem tem assoalho ou piso de madeira em casa, no escritório ou na empresa, sabe que periodicamente deve-se realizar uma boa manutenção, para aumentar a vida útil do produto.


Por isso, o procedimento de raspagem de piso de madeira faz-se tão necessário; ele mantém a vitalidade e beleza do assoalho, além de evitar o gasto com novos tacos.

A raspagem deve ser feita, sempre que o assoalho não apresentar boas condições de uso, caso esteja constantemente exposto à umidade, por exemplo, pode apresentar diversas manchas e ranhuras, deixando o piso com aspectos feio e mau cuidado.

Ou seja, se o piso de madeira for muito antigo e tem problemas visíveis, é recomendável realizar a raspagem, esta por sua vez, tem um custo reduzido em comparação a obtenção de nos tacos e prolonga sua duração.

Já a resina, protege a madeira do desgaste do tempo. Hoje, há no mercado diversas substâncias que cumprem esse propósito, embora tenham propriedades diferentes.

As resinas à base de água ou resina bona para piso de madeira, são as mais indicadas pelos profissionais por sua secagem rápida (de até quatro horas), ausência de cheiro forte e a possibilidade de retoques, quando necessário.

Contudo, quem opta por esse produto paga mais caro, uma diferença de até R$ 30 por m². Já os produtos à base de formol, ureia e solventes (entre eles, a aplicação de sinteco), são mais vantajosos financeiramente e muito resistentes à abrasão.

Nesse caso, porém, a madeira clara pode sofrer oxidação com a aplicação do produto, e o cliente deve estar preparado para aguentar, por alguns dias, o odor forte característico desta resina (não aconselhado para alérgicos, em ambos os casos a limpeza não exige muito do morador, somente um pano úmido).

Saiba como realizar a restauração do piso de diversas formas

Procedimento:

  • Madeiras úmidas ou “verdes” não devem ser revestidas;
  • Madeira nova: fazer o lixamento da madeira com lixa grana 180 a 240, sempre no sentido dos veios da madeira;
  • Eliminar o pó com pano limpo umedecido em aguarrás;
  • Repintura (madeiras já revestidas com outros produtos): para superfícies em boas condições, efetuar leve lixamento para quebrar o brilho, remover o pó e em seguida aplicar a resina, conforme recomendações da embalagem;
  • Se a superfície estiver em más condições, onde o revestimento antigo apresente descascamento ou craqueamento, remova-o completamente. A remoção poderá ser realizada através de lixamento, raspagem ou com removedor do tipo pastoso.
  • Em seguida proceder a aplicação conforme orientação para superfície nova;
  • Madeiras Resinosas: lavar a madeira com solvente (thinner), deixar secar e repetir a operação. Lixar com grana 180/240 para eliminar farpas.

Importante: caso utilize removedores, efetuar uma limpeza criteriosa da superfície com solvente pois, removedores podem ocasionar problemas de secagem, aderência e acabamento aos revestimentos aplicados em seguida a remoção;

Saiba mais sobre o clareamento do piso de madeira

Usualmente, móveis de madeira são clareados em três específicas situações: antes de pintados, retoque para cobrir manchas e irregularidades, ou desbotados.

Se for este o caso, pode-se usar uma solução de água sanitária ou ácido oxálico. Se a tonalidade escura do piso de madeira já não agrada mais, acabamentos especiais, como o clareamento resolvem o dilema, afinal o branco amplia e dá leveza.

O clareamento de piso de madeira é justamente o processo que vai limpar com uma aplicação de soluções aliadas à água, entre outros produtos específicos.

De modo geral, essas soluções promovem o clareamento do piso, não podendo esquecer que o tom de clareamento alcançado depende de dois fatores o tipo e a essência da madeira, existem madeiras que clareia mais do que outras.

A boa notícia, é que o clareamento de piso de madeira não afeta a resistência do mesmo e leva aproximadamente duas semanas para ficar pronto.

Antes de dar início ao clareamento de piso de madeira, é importante que se faça uma raspagem para retirar resinas, vernizes e calafetação antiga, porém, isso pode ocorrer em paralelo, mesmo sendo outro serviço à parte.

Através da aplicação do produto, a substância penetra na madeira e provoca o clareamento da cor das fibras da madeira. Por essa razão, é preciso aplicar um reagente que neutralize, em seguida, usar a raspagem de assoalho uma vez mais.

Por isso, o processo é realizado com a raspagem da madeira e o clareamento do piso, que depois de ser realizado, é preciso aguardar de 5 a 10 dias, de acordo com a madeira, para seguir com as outras etapas de polimento e aplicação de verniz.

A espera na etapa de clareamento, é importante para evitar reação com o aparecimento de bolhas e manchas.

De forma geral, processo de clareamento é seguro e não compromete a resistência mecânica da madeira, como já mencionado.

Evidentemente, quando realizado de maneira certa. Em geral, todo o procedimento pode durar por duas semanas, dependendo da metragem.